(11) 947951198
(11) 3735-0838
sac@sampasling.com.br
Loja Sampa Sling abre de segunda a sexta das 9 as 17 horas

0 itens R$ 0,00

Busca Rápida

História do Sling

Veja aqui o que é, como surgiu e algumas dicas sobre os slings.

O que é?
“Sling” é uma palavra em inglês suja tradução ao pé da letra seria “tipoia”. O sling é um pedaço de tecido usado para carregar o bebê. Em sua versão mais moderna, possui diferentes modelos e formatos. O mais conhecido é o sling de argola, que é uma peça grande de tecido, com duas argolas na ponta que proporciona diversas possibilidades de amarração de forma segura e confortável para mamães, papais e bebês, de recém-nascidos a até 20 quilos. É uma forma de manter o bebê perto do corpo da mãe, sentindo seu calor, reforçando o vínculo, a comunicação e o carinho. Além disso, libera a mãe para fazer tarefas simples com as mãos e braços livres. 
 
Como surgiu?
Desde a pré-história, mães usavam peles de animais para carregar os seus bebês no colo. Na contemporaneidade, carregar bebês em panos atados ao corpo das mães é uma cultura forte entre as africanas, as indígenas, as orientais e as sulamericanas. O avanço da tecnologia e da diversidade de panos e tecidos fez com que o sling se transformasse  também. Nas décadas de 70 e 80, ele ganhou popularidade nos Estados Unidos e Europa, já adaptado à vida moderna e urbana. 
O uso do sling é estudado por grandes cientistas. O antropólogo Ashley Montagu, por exemplo, cunhou o conceito de “gestação extrauterina”, da qual o sling é um grande aliado, em especial nos primeiros meses de vida. Já o antropólogo e arqueólogo Timothy Taylor afirma que o os slings são uma das maiores invenções tecnológicas da pré-história e que contribuem para a vida extrauterina segura dos bebês e para o desenvolvimento de seus cérebros.
 
Como usar?
O uso do sling é prático, mas requer uma série de cuidados para que seja feito de modo correto.  Confira algumas dicas no blog da slingada
 
Por que usar?
O sling é um facilitador do colo. Ele imita a posição natural dos braços de quem carrega o bebê, respeita a espinha dorsal do bebê, sem pontos de força. Além disso, ele permite ao bebê manter as pernas juntas, numa fase que as articulações ainda estão frágeis, se formando. Por manter o bebê próximo ao corpo da mãe ou do pai, ele previne cólicas e regurgitamentos, favorece a digestão, e é indicado para casos de refluxos. É possível amamentar o bebê dentro do sling, de forma discreta e prática. O Bebê pode dormir dentro do sling. 
Os carregadores estimulam o sistema nervoso do bebê, diminuem o choro e a inquietação em mais de 40% dos casos. É calmante e relaxante. Dá mais segurança à mãe ou pai que, mais conectados com o bebê, compreendem melhor e mais rápido as necessidades do filho. 
 
Como escolher?
O sling deve ser seguro e confortável. Procure carregadores de tecidos 100% algodão. As argolas devem ser seguras e nunca devem ter duas soldas. As mais recomendadas são as de alumínio, testadas e certificadas. Preste atenção às costuras. Você está carregando seu bem mais precioso!

Formas de Pagamento


© 2012 SampaSling. Todos os direitos reservados